quinta-feira, 21 de junho de 2012

Comunicado | espero que vos agrade |

Eu estive a pensar, pensei muito, mas mesmo muito e cheguei á conclusão que não consigo continuar a não postar neste blogue, eu sei que parece parvo mas eu realmente sinto mesmo falta de postar neste blogue, esta historia é super importante para mim e eu sem ela parece que me falta uma parte, não estou a ser dramática, eu juro.
Posto isto eu decidi voltar com o blogue, mas para isso vai haver condições, passo a cita-las ..
- Como sabem eu tenho mais dois blogues, "O Contrato" e "Infiltrada", "Infiltrada" também vai voltar. Para eu continuar com este blogue vou ter de dividir o meu tempo entre este blogue e "O Contrato", ou seja, postava num e passado algum tempo noutro, sempre assim;
- Tenho de ter comentários, escrever nos dois blogues vai ocupar muito do meu tempo e para isso eu preciso de uma prenda, essa prenda seria os vossos comentários sinceros e dizer se gostam ou não;

Apenas duas condições, que eu espero que vocês compreendam. Agora um Capitulo para vocês matarem as saudades, espero que gostem e espero a vossa resposta ...



Capitulo - Sem tempo para a família

Vanessa : outra vez? -perguntou Vanessa a Zac, já era a terceira noite seguida que ele não jantava em casa-

Zac : tem de ser, a data de entrega da nova colecção é já para a semana, não pudemos parar! -disse tentando desculpar-se, também não gostava de passar tanto tempo longe de casa-
Vanessa : não há ninguém que possa ficar ai por ti? -perguntou ao telefone, era domingo, um dia para a família- já tenho saudades tuas Zac, quando acordo já cá tu não estas e quando chegas a casa eu já estou a dormir! -disse chateada- assim não da, nem tempo para nos tens.
Zac : eu sei, mas depois prometo que vos compenso. -disse enquanto trabalhava no computador da empresa- hoje não tem como vir para cá alguém para me substituir, hoje é domingo Nessa.
Vanessa : por isso mesmo, o domingo é um dia para ser passado em família e tu nem o pequeno almoço tomaste connosco.
Zac : eu vou tentar chegar mais cedo, eu prometo.
Vanessa : a tempo de estares com a Maria? -perguntou já prevendo a resposta-
Zac : não, no máximo dos máximos chego a tempo de estar contigo, isto é se não adormeceres.
Vanessa : já não é mau de todo. -disse enquanto suspirava- já almoças-te?
Zac : comi uma sandes que tinha na maquina do bar, depois como alguma coisa melhor.
Vanessa : então esta bem, fico á tua espera.
Zac : beijos ate logo.
Vanessa : ate logo.
Vanessa desligou o telemóvel e foi pro lado de Maria que estava sentada no sofá a brincar com as suas bonecas ...
Maria : o pai ainda demora muito? -perguntou virando-se para Vanessa-
Vanessa : ainda filha, o pai tem muito trabalho e hoje não vai puder estar connosco. -disse alisando o cabelo loiro da filha-
Maria : o pai agora nunca pode. -disse triste-
Vanessa : o pai tem muito trabalho meu amor, ele não tem culpa. -disse pondo Maria no seu colo- eu tenho a certeza que ele queria muito estar aqui connosco, mas ele não pode!
Maria : eu sei mas eu já tenho saudades de estar com o pai. -disse encostando a cabeça no peito de Vanessa-
Vanessa : eu também meu amor, eu também.
O resto da tarde for calma, Vanessa e Maria passaram a tarde juntos, ou a ver televisão ou a brincar com os brinquedos de Maria, quando chegou a hora do jantar Vanessa pediu pizza, a comida preferida de Maria.
Quando bateram as 11 horas Vanessa decidiu ir para a cama, Maria já estava a dormir á bastante tempo e já estava mais que visto que Zac não iria chegar tão cedo. Triste subiu para o quarto e tomou um banho, vestiu o seu pijama e pôs-se dentro da cama, não demorou muito para adormecer, tinha uma camada de coisas na cabeça e o cansaço também ajudou.
Quando Zac chegou a casa viu tudo apagado e um silencio profundo denunciou que todos ja estavam a dormir, subiu para o quarto, mas antes de entrar no seu passou pelo de Maria, ela dormia que nem uma anjinha, agarrada ao seu peluche e com o dedo na boca, a típica imagem de uma criança a dormir. Beijou-lhe a bochecha e puxou os cobertores um pouco mais para cima.
Seguiu para o seu quarto, entrou sem fazer barulho e viu que Vanessa também estava adormecida, tirou a roupa e atirou-a para cima de um sofá que tinha perto da sua mesinha de cabeceira, tomou um banho rápido e meteu-se na cama, estava estafado, eram três da madrugada, trabalhou sem parar desde de manha, nem para fazer as refeições parou. Olhou para o seu lado direito e viu Vanessa dormir tranquilamente com um biquinho lindo nos lábios, tal mãe tal filha, não resistiu, começou a beijar o pescoço de Vanessa e ela logo acordou.
Zac : desculpa acordar-te. -disse baixo-
Vanessa : hum ... -disse virando costas a Zac- esta tarde é melhor dormires, amanha deves ter de acordar cedo. -disse seca-
Zac : Vanessa ...
Vanessa : boa noite Zac. -disse cortando-o-
Zac não teve o que fazer, era melhor falar com Vanessa depois, ela agora estava visivelmente chateada, e com razão.
Quando Zac acordou ja era tarde, perto das 11 da manha, viu-se sozinho na cama, levantou-se tomou um banho rápido e vestiu umas calças de moletom, desceu e viu Vanessa e Maria sentadas no sofá a ver desenhos animados.
Zac : bom dia! -disse chamando atenção das duas, assim que Maria viu Zac correu na sua direcção e abraçou-o apertado-
Maria : ja tinha saudades papa! -disse manhosa- vais ter de ir trabalhar hoje?
Zac : não, hoje tirei o dia só pra vocês! -disse a sorrir-
Maria : que fixe! -disse alegre- não é mãe?
Vanessa : hum-hum. -disse sem tirar os olhos da televisão e sem mostrar entusiasmo-
Zac : filha porque não vais brincar pro jardim? -perguntou pousando Maria no chão- eu vou ja la ter contigo.
Maria :  ta bem! -Maria foi pro jardim a correu e Zac sentou-se ao lado de Vanessa que logo pensou em levantar-se, mas Zac impediu segurando-lhe o braço-
Vanessa : que foi? -perguntou seria-
Zac : nos precisamos falar. -disse calmo-
Vanessa : precisamos? -perguntou irónica- eu pensei que tu apenas precisasses de trabalhar!
Zac : Vanessa eu não tenho a culpa ...
Vanessa : claro que não tens, cada um tem as suas prioridades e as tuas estão á vista. -disse interrompendo Zac de uma forma brusca- eu tenho de fazer o almoço, vai ter com a Maria, ela ja deve estar á tua espera. -sem dar a Zac chance de responder Vanessa saiu da sala e foi para a cozinha onde ficou fechada ate á hora do almoço, o mesmo foi estranho, apenas Maria falava, Zac e Vanessa limitavam-se a sorrir em resposta ao que a pequena dizia. Maria, coitada, era tão inocente que não percebia o que se passava, para ela estava tudo bem, tudo normal. No fim do almoço Maria arrastou Zac pra sala para verem o filme que Vanessa lhe tinha comprado, para não variar era de princesas, viram o filme ate ao fim, pelo menos Maria viu, Zac sentiu que ia adormecer 5 minutos depois do filme começar. Quando o filme acabou Zac levou Maria ate ao parque, perguntaram a Vanessa se ela queria ir, ela apenas se limitou a dizer que estava cansada. Passaram o resto da tarde no parque no meio de varias brincadeiras e gargalhadas, no fim tiveram direito a um grande gelado que deixou Maria toda lambuzada. Quando voltaram para casa eram quase 8 horas, Zac entrou em casa e teve a infeliz surpresa de encontrar um dos seus funcionários sentados no sofá da sua sala a falar com Vanessa, animadamente. Quando entraram nem Vanessa nem o seu funcionário repararam na presença de Zac e Maria, era normal, riam de uma maneira tão esterica que apenas uma buzina era capaz de chamar atenção dos dois.-
Zac : interrompemos alguma coisa? -perguntou alto chamando atenção dos dois-
XX : peço desculpa pela invasão senhor Efron, mas houve um problema na empresa e precisamos da sua ajuda. -disse ainda a rir, levantando-se do sofá-
Zac : porque não ligou? -perguntou irritado- não era necessário vir ate minha casa para falar da empresa.
Vanessa : Zac! -disse repreendendo-o- peço desculpa Austin, as vezes o Zac não mede as suas palavras.
Zac : não preciso que falem por mim Vanessa. -disse chateado- o que houve na empresa?
Austin : houve um problema na impressão, a revista saiu com as cores trocadas, nos precisamos da sua autorização para interromper a impressão e recomeça-la. -disse ainda ao lado de Vanessa-
Zac : tudo bem, faça-o, amanha quero o problema resolvido. -disse sem paciência- agora saia, não gosto de trazer trabalho para casa. -disse rude-
Vanessa : Zac! -disse repreendendo-o mais uma vez, ele estava a agir de uma maneira nada educada- peço mais uma vez desculpa Austin, não sei o que se passa com ele. -disse envergonhada- quer jantar connosco? -perguntou a sorrir- estou a fazer lasanha de carne.
Austin : adoraria mas tenho de voltar para a empresa, vou ter de recomeçar a impressão, fica para uma próxima. -disse a sorrir- peço desculpa pelo incomodo senhor Efron. -disser passando por Zac- foi um prazer conhece-la Vanessa, é uma mulher encantadora. -disse beijando o mão de Vanessa-
Vanessa : igualmente Austin. -disse a rir, havia gostado de Austin, era um homem simpático, pôs-la a gargalhar em apenas alguns segundos- ate algum dia.
Austin : ate. -Austin saiu e Vanessa fechou a porta ainda a rir, quando se voltou para Zac viu-o com Maria ao colo e a olha-la com os olhos enfurecidos- 
Vanessa : alguém problema? -perguntou seria-
Zac : não, porque haveria? -perguntou irónico- eu apenas cheguei a casa e deparei-me com a minha futura mulher a gargalhar com um homem que mal conhece. -disse chateado-
Vanessa : aih Zac, menos. -disse rolando os olhos- vai dar banho á Maria que eu tenho de acabar o jantar.
Zac : não contes comigo, faz apenas para ti e para a Maria. -disse subindo as escadas-
Vanessa : não vais jantar? -perguntou fazendo Zac parar numa das escadas-
Zac : perdi a fome e acho melhor não me sentar á mesa contigo, ainda digo aquilo que não quero. -disse brusco, acabou de subir as escadas e Vanessa voltou para a cozinha achando a atitude de Zac infantil e de uma má educação sem limites, quando o jantar ficou pronto Maria desceu e almoçou com Vanessa enquanto Zac estava na academia que tinha em casa e treinar, era o melhor que podia fazer para se distrair e não pensar em parvoíces-

CABOU! Espero que este capitulo vos tenha novamente aberto o apetite para a historia, ainda muito vai acontecer, quero relembrar que isto ainda á apenas um dos capítulos extras, o próximo capitulo depende de vocês!

Este Austin, o que acham? Quem esta com razão? Zac? Vanessa? Os dois? Nenhum deles?! Digam-me o que acham! BEIJOS :)

4 comentários:

• Paula disse...

Ai ai já vi que o Austin vai ser um estorvo na vida de Zanessa!
Amei o cap!
Adorooo a fic!
Posta logo
Bjos amorê

Edyh_2012 disse...

Pra mim os dois ta errados...
O Zac por esta trabalhando demais e esquecer de dar tempo para a familia
E a Vanessa...por estar provocando ciumes...
Mas bem...
Amei o cap D++++
Posta logo
Kiss

Rita disse...

Muito bom!
Adorei <3
Posta mais...
Bjo*

Viviane Faria disse...

muito bom o capitulo...ainda bem que vc voltou a postar aqui adora essa fic.posta logo,bjos